Trigo: Tudo que você deve saber

Seja na massa do pão, da pizza ou, ainda, na cerveja, o trigo está presente em nosso dia a dia de diversas formas, com características e aromas distintos, mas sempre com o seu toque diferenciado. E, neste Dia Nacional do Trigo, separamos algumas curiosidades que você nem imaginava sobre este cereal. Confira!

O trigo oriental

É isso mesmo que você leu. Conforme muitas fontes, o trigo teve origem no Oriente Médio, mais precisamente no chamado “Centro médio-oriental”, localizado entre os rios Tigre e Eufrates, por volta de 9.500 a.C. Mas para plantar a famosa dúvida em nossos leitores, achamos válido destacar que também existe quem acredite que ele foi encontrado em jazigos de múmias e pirâmides do Egito, há mais ou menos 6  mil anos. Bom, independentemente das teorias sobre o seu surgimento, o que todos sabemos é que hoje ele já é indispensável em nosso cotidiano.

Dias de luta, dias de trigo

Mas como nem tudo na vida são flores, recém-chegado ao Brasil, por volta de 1534, na capitania de São Vicente – onde hoje está localizado o estado de São Paulo –, o trigo não obteve sucesso em sua tentativa inicial de cultivo. Em geral, a principal causa para essa dificuldade foi as condições climáticas desfavoráveis da região. Por isso, um tempo depois, o grão migrou para a Região Sul, onde encontrou uma temperatura melhor e solo adequado para o seu desenvolvimento.

O trigo multifunções

Ao longo dos anos, o trigo se espalhou pelo mundo e, hoje, é considerado a segunda maior cultura de cereais, atrás apenas do arroz. Com isso, está presente nas refeições de famílias em todo o mundo. Fonte de energia, proteínas, gordura, ferro, fibra, cálcio e ácido fólico, o trigo está presente na farinha para pães, bolos, biscoitos e massas; na fabricação de colas e cosméticos; em mistura com cereais matinais; na produção de cervejas e, até mesmo, na forragem e ração para animais. É muita versatilidade, não é mesmo?

É hora de separar o joio do trigo

Tradicionalmente, o trigo faz parte dos símbolos católicos por representar o pão (corpo de Cristo). Por isso, comumente, algumas passagens bíblicas citam o cereal, fazendo uma comparação com o joio. Isso porque o joio é uma planta da família Poaceae e é conhecido por muitos como “o falso trigo”. Se for colhido e processado junto do trigo, ele pode comprometer a qualidade do produto. Por isso, assim como é preciso separar as coisas boas das ruins, é preciso também separar o joio do trigo.

Tudo tem limites!

Nem só de benefícios vive o trigo, não é mesmo? O seu consumo em excesso, das mais diversas maneiras, pode trazer malefícios à sua saúde e comprometer o bom funcionamento do organismo. Entre os principais problemas, podemos citar o acúmulo de gordura e aumento do peso, diminuição do metabolismo, diabetes, hipertensão, entre outros. E, para os intolerantes ao glúten, a dica é evitar o trigo.

Um prato de trigo para três….

Tigres, amigos ou familiares, tanto faz. Se depois de ler esse texto, você também ficou com vontade de preparar uma receita com trigo, nós temos a solução. Em nossas lojas, dispomos de diversos ingredientes para compor os seus pratos com toda versatilidade e sabor que o trigo merece. Faça uma visita e confira!

Em nosso site www.superandreazza.com.br, você também encontra ofertas exclusivas, e ainda pode fazer suas compras online e receber seus produtos com segurança, no conforto da sua casa. Ah, e para ficar por dentro de todas as novidades, é só baixar o App Meu Andreazza. Boas compras!