Economize com reparos e pequenas manutenções

Pra alguns, as férias já se foram, mas muitos ainda curtem os momentos de tempo livre. Boa hora pra pegar aquela praia, colocar as leituras em dia e fazer tudo o que temos vontade, e não sobra tempo durante o ano. Esta época pode ser perfeita também pra colocar a casa ou apartamento em dia. Você valoriza o imóvel e, de quebra, economiza uma boa graninha.

Pensando em tudo isso, resolvemos organizar aqui no blog algumas pequenas (e preciosas) dicas e toques pra otimizar os recursos em reparos e manutenções dentro e fora de casa:

1. Análise -> Planejamento -> Ação
Antes de qualquer coisa, analise seu lar. Cômodo por cômodo, verifique as condições de conservação do teto ao chão, bem como as necessidades de reparo. Na sequência, parta ao planejamento. Nessa etapa, estabeleça o que você consegue ou não fazer. Aqui, é muito importante estabelecermos prazos realistas. Isso nos ajuda a alcançar os resultados de maneira mais fácil e rápida. Na fase seguinte, realize os reparos que suas habilidades permitam e contrate empresas especializadas para os demais casos.

2. Eletricidade
Tenha cuidado ao mexer com qualquer dispositivo ligado à eletricidade. Normalmente, há no imóvel uma caixa de disjuntores, em que a rede elétrica interna é dividida por cômodos ou espaços. Isso permite com que você preste manutenção em determinado ponto da casa sem cortar sua energia geral. Utilize equipamentos de proteção, como luvas e botas de borracha, além de chaves de teste (bastante úteis pra identificar a corrente elétrica ativa).

3. Encanamento
Pendurar um quadro parece uma tarefa das mais fáceis e que não tem relação alguma com o encanamento da casa ou do apartamento. Bom, pelo menos até você perfurar um cano. Pra evitar esses probleminhas corriqueiros, saiba onde fica o registro geral e conheça em detalhes a planta hidráulica do imóvel. Alguns centímetros pra cá ou pra lá podem evitar uma dor de cabeça daquelas.

4. Mofo
Evite o mofo estimulando a ventilação no ambiente. Cuidado redobrado com os cantos e as cortinas pesadas no local. Pra limpar móveis e armários, uma boa pedida é a mistura entre água e vinagre. Já para as paredes, aposte na solução de água sanitária, cloro e sabão em pó.

5. Caixa de ferramentas
Uma caixa de ferramentas bem equipada pode (e faz) uma baita diferença na hora de qualquer reparo ou manutenção. Existem caixas já prontinhas, embora muitos prefiram montar de acordo com a necessidade ou mesmo vontade. Então, antes de começar os preparativos, verifique se você dispõe de tudo: chave de fenda, alicates, parafusos, brocas, fita isolante e outros.

6. Tecnologia
Sim, isso mesmo: a internet também ajuda nessa hora. Existem centenas de canais na rede que ensinam desde serviços simples até atividades mais complicadas. Um bom exemplo é a Leroy Merlin. No site da empresa, a gente encontra uma seção destinada especificamente a isso: “Faça você Mesmo”. Lá, há vídeos com diversas lições, desde como cortar a grama até como instalar uma persiana.

Dependendo do serviço, é sempre bom contatar um profissional especializado. Claro, se você tem jeito pra coisa, até dá pra garantir uma renda extra com isso ou até mesmo a independência financeira. Neste link, o Sebrae dá instruções básicas de como abrir seu próprio negócio nesse ramo.

E aí, você costuma fazer os próprios reparos na sua casa ou apartamento? Compartilhe com a gente lá no Facebook 🙂

Fontes:
Vivo Seu Dinheiro
Sebrae
Leroy Merlin
Master House