8 dicas pra emagrecer ainda neste verão

O inverno aqui da Serra Gaúcha costuma castigar bastante. Por isso, nos enchemos de roupa, cachecol, botas e tudo mais que for necessário. É uma época também que sentimos mais fome (ou seria vontade de comer?), reação normal do organismo pra nos manter bem aquecidos.

O problema começa lá por novembro/dezembro, quando a temporada de férias chega. Hora de usar pouca roupa, colocar biquíni ou aquela sunga: os efeitos de nossos exageros vêm à tona.
Mas tudo bem, ainda dá tempo de fazer as pazes com a balança. Então, seguem algumas dicas preciosas pra que você atinja seus objetivos: 

1. Coma com frequência
Indica-se uma alimentação de três em três horas. Assim, você mantém seu metabolismo acelerado, evita a queima de massa muscular e o acúmulo de gordura, consequências naturais de jejuns prolongados.

2. Tome bastante água
Não ingira líquidos durante as refeições. No decorrer do dia, é importante tomar de 2 a 3 litros d’água.

3. Aposte na salada
Um prato bem colorido e variado de salada antes das refeições pode ajudar a saciar sua fome, e você acaba não caindo no temido exagero.

4. Diga não às frituras e açúcar
Substitua os alimentos fritos por assados e cozidos. Você vai se surpreender com as possibilidades deliciosas que existem além das frituras. No lugar do açúcar industrializado, opte por mel ou melado de cana

5. Proteínas em todas as refeições
Prefira carnes magras e frango sem pele. Se você é vegetariano, há boas opções de reposição, como feijão, lentilha, grão-de-bico, soja, cacau em pó, pasta de amendoim, além de suplementos e barrinhas de cereais.

6. Escolha um carboidrato
Não misture carboidratos. Eleja apenas um por refeição, como arroz, massa, batata e aipim. Sempre que possível, dê preferência a alimentos integrais.

7. Exercícios físicos
Pratique atividades físicas regulares. A equação simples para o emagrecimento leva em consideração dois fatores básicos: gasto calórico (exercícios) e ingestão calórica (alimentação). Ao contrário do que muitos pensam, a musculação emagrece sim, uma vez que o aumento muscular exige maior gasto calórico em repouso. Todavia, exercícios aeróbicos costumam dar ainda mais resultados, sendo que utilizam a gordura como combustível, ou seja, fonte de energia.

8. Pré-treino
Consuma antes do treino (intervalo de mais ou menos 1 hora) alimentos leves e com baixo índice glicêmico. Cereais integrais e batata-doce, por exemplo, fornecem energia, evitam a fadiga muscular e a perda de massa magra.
Essas são algumas dicas gerais, mas não podemos esquecer que cada organismo tem suas necessidades específicas. A quantidade de nutrientes e a intensidade, bem como duração, da atividade física, depende de diversos fatores envolvidos. Antes de pensar simplesmente numa dieta passageira, opte por uma completa reeducação alimentar. Pode ser mais difícil no início, mas os benefícios são permanentes.

Consulte um nutricionista e educador físico pra potencializar seus resultados, além de não correr o risco de sofrer com lesões ou falta de nutrientes importantes ao bom funcionamento do seu organismo.

Se gostou dessas dicas, compartilhe com seus amigos e aproveitem juntos as vantagens de uma alimentação equilibrada e hábitos mais saudáveis.

Fontes:
MdeMulher
GNT (aqui, e aqui)

Comentários fechados.