Geladeira — mitos, verdades e curiosidades

Pense em todos os eletrodomésticos que você tem em casa. Agora, tente organizá-los por ordem de importância. Certamente, nossa querida geladeira ocupará os primeiros lugares, senão o primeiro. Ela ajuda a conservar os alimentos, tanto crus como cozidos. Pense no que aconteceria se você abrisse um suco ou iogurte sem o refrigerador para armazenar a sobra. Certamente, durariam infinitamente menos.

A fama da geladeira também traz consigo alguns mitos, verdades e curiosidades, grande parte deles alimentados pelo boca a boca. Você já deve ter ouvido da sua mãe, vô, tia ou pai frases do tipo “não guarde a panela quente que estraga a geladeira”. Mas será que é assim mesmo? Confira abaixo:

Abrir e fechar muitas vezes atrapalha o funcionamento?
Sim, atrapalha. A troca de calor entre o interior do refrigerador e o ambiente externo força o trabalho do eletrodoméstico. Esse esforço a mais para manter a temperatura interna estável diminui a capacidade de refrigeração e eleva o consumo de energia elétrica.

Posso acelerar o degelo com secador de cabelo, água quente ou faca?
Não, não faça isso. Caso seu refrigerador não tenha a tecnologia frost-free, que promove o degelo automático, desligue a geladeira e não tente artimanhas para acelerar o processo. Além de estragar o eletrodoméstico, sobretudo as partes elétricas, você ainda assume o risco de tomar um choque daqueles.

Guardar alimentos ainda quentes estraga?
Mais ou menos. Ao colocar o feijão ainda quente na geladeira, por exemplo, você eleva a temperatura dentro do equipamento. Quais são as consequências? Aumento do consumo energético (o eletrodoméstico precisa trabalhar mais) e prejuízos à conservação dos demais alimentos ali armazenados. Estragar, não estraga em curto prazo, mas antecipa o desgaste e reduz o tempo de vida útil do refrigerador.

Existe lugar errado na cozinha?
Sim, existe. Mantenha uma boa distância entre a geladeira e outras fontes de calor — micro-ondas, fogão, forno e luz solar. Como sua proteção externa não está adaptada para conviver com altas temperaturas, isso sobrecarrega o motor do aparelho e dificulta seu desempenho.

Após desligada por um tempo, religo em seguida?
Não, principalmente se for transportá-la. Aguarde cerca de 2 horas na posição padrão antes de colocar a geladeira em funcionamento novamente. Esse tempo serve para que o gás e o óleo em seu interior se assentem, sem causar transtornos ou qualquer tipo de problema na conservação dos alimentos.

Carvão e café funcionam contra maus odores?
A receita caseira funciona mesmo. Tanto o carvão vegetal quanto o café atraem a umidade e, por consequência, os odores indesejados do refrigerador. Porém, é preciso cautela: o café, por exemplo, pode transferir à geladeira seu próprio cheiro intenso, afetando inclusive os demais alimentos armazenados no eletrodoméstico.

Está certo secar roupa atrás do refrigerador?
Depende do ponto de vista. Meias, roupas íntimas, panos e até calçados realmente secam atrás da geladeira, porque é ali que ficam os dutos responsáveis por liberar o calor de dentro do eletrodoméstico. Contudo, isso obstrui a vazão do ar quente, diminuindo significativamente a eficiência do refrigerador e sua durabilidade.

Se gostou deste conteúdo, você também vai gostar do texto Como manter os produtos de feira frescos por mais tempo. Spoiler: a geladeira é uma baita aliada.

Compartilhe com seus amigos no Facebook. Caso saiba de outro mito, verdade ou curiosidade sobre a geladeira, não deixe de comentar abaixo.

Fontes:
Magazine Luiza
Revista Casa e Jardim