Campanha Outubro Rosa

Na década de 1990, nasce o Outubro Rosa, campanha que tem como objetivo compartilhar informações, promover a conscientização e reduzir a mortalidade pelo câncer de mama, o tipo da doença mais comum entre as mulheres.

Com o tema “Câncer de mama: vamos falar sobre isso?”, a campanha deste ano envolve órgãos governamentais e sociedade civil, numa espécie de força-tarefa contra a doença. O câncer de mama, que também acomete homens, só que em porcentagem muito inferior se comparado às mulheres, possui diversos tipos, alguns com desenvolvimento rápido; outros, mais lento. Por isso, é importante estar atento aos sinais que o organismo costuma fornecer, além de nutrir hábitos mais saudáveis em nosso cotidiano.

30% DOS CASOS PODEM SER EVITADOS
– Atividade física regular.
– Alimentação equilibrada.
– Manter peso corporal adequado.
– Evitar o consumo de álcool.
– Amamentar.

SINAIS E SINTOMAS
– Caroço (nódulo) fixo, endurecido e, muitas vezes, sem dor.
– Pele da mama avermelha e retraída.
– Pequenos nódulos nas axilas ou pescoço.
– Alterações no mamilo.
– Secreção espontânea nos mamilos.

DIAGNÓSTICO
O autoexame é simples, além de também ajudar você a conhecer melhor seu corpo. Não custa nada e tomará apenas alguns poucos minutinhos do seu dia. Importante, ainda, visitar seu médico regularmente.

Capaz de detectar lesões mínimas e estágios iniciais da doença, a mamografia, segundo o INCA – Instituto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva, é indicada a cada dois anos para mulheres de 50 a 69 anos sem histórico familiar. Já àquelas com casos na família, o controle, normalmente, começa antes e de acordo com a periodicidade indicada pelo seu médico.

O câncer de mama, quando detectado precocemente, aumenta substancialmente as chances de cura. E você, já fez o autoexame hoje? Compartilhe essas informações e cuide bem de você 🙂

Fonte: www.inca.gov.br.