6 dicas para cultivar uma pequena horta dentro da sua casa

Quando pensamos em horta, é normal imaginarmos grandes terrenos, comuns na casa de nossos pais ou avós. Porém, conforme as cidades crescem, esses espaços urbanos são cada vez mais escassos. O verde cede lugar ao cinza do concreto, e nos acostumamos com residências menores, ambientes sem pátio ou mesmo apartamentos.

A boa notícia é que, com criatividade, conseguimos sim definir um local da casa para cultivar nossa própria horta, dando utilidade a espaços antes ociosos. Já imaginou plantar e colher chás, temperos e até hortaliças frescas e livres de agrotóxicos? Confira abaixo como isso é mais fácil e divertido do que você pensa:

 

01. Procure pelo sol
Boa parte das plantas necessita de mais ou menos 6 horas de sol por dia. Por isso, antes de mais nada, vá em busca de um ambiente com essa condição. Se você mora em apartamento, a sacada pode ser o local perfeito. Lembre-se sempre que o excesso de sol também é prejudicial às plantas e que sua necessidade varia de espécie para espécie.

02. Mudas ou sementes
Caso não tenha muita experiência em cultivo de plantas, opte pelas mudas, com manejo mais simples e rápido. Na hora de plantar, abra buracos suficientemente grandes para acomodar as raízes na terra sem danificá-las.

03. Recipiente
Escolha recipientes com furos, porque a água precisa escorrer. É indicado o uso de vasos, garrafas ou latas de 7 a 15 cm de profundidade, a fim de desenvolver adequadamente as raízes da planta, parte fundamental ao sucesso do cultivo.

04. Terra rica em nutrientes
Antes de plantar, cubra o fundo do vaso com uma camada de argila expandida. Isso ajudará a absorver o excesso de água do solo. Em seguida, acrescente um composto orgânico de qualidade, cheio de nutrientes que vão alimentar sua pequena muda. Esse composto orgânico é facilmente encontrado em floriculturas e agropecuárias. Busque orientação profissional conforme o tipo da muda escolhida.

05. Água
Em média, você deve regar sua horta a cada dois dias. Contudo, isso varia bastante de planta para planta. Outro detalhe importante diz respeito à temperatura, níveis de umidade e estação do ano. No inverno, por exemplo, as regas costumam ser mais espaçadas.

06. Esteja sempre de olho
Monitore todos os dias o desenvolvimento de sua horta. Avalie se a quantidade e frequência de água e luz natural estão adequadas às necessidades de cada planta. Todo esse carinho gera bons frutos na hora de preparar suas receitas mais gostosas.

 

Já pensou num lugarzinho especial para montar sua horta? Não esqueça que hortas verticais, organizadas em floreiras suspensas, por exemplo, são excelentes opções para ambientes menores, pois livram o chão e enchem suas paredes de possibilidades.

E aí, gostou de nossas dicas? Compartilhe no Facebook e deixe seu comentário aqui embaixo.

Fontes:
Horta em Pequenos Espaços (Livro da Embrapa)
Embrapa
G1
BBC Brasil